Allende, contos familiares ou história chilena?

“A Casa dos Espíritos”, por Isabel Allende, publicado em 1982, é seu primeiro romance, em que a autora já mostra suas veias políticas, e em tempos de necessidade de opinião crítica – principalmente nessa área – ele é reimpresso em várias edições, inclusive de bolso.

Feito a partir do que eram escritos pessoas, “A Casa dos Espíritos” é um retrato romancista de gerações de uma importante família chilena, país que, na história, nunca é nomeado pela autora, mas sempre referido como “um pedaço de terra esquecido nas Américas”. A partir desta obra Isabel já se destaca por deixar transpor seu posicionamento partidário. Nenhum outro de seus relatos, excluindo talvez “Paula”, mostra-nos tão intimamente como viveu, durante tempos de revolução, toda a massa populacional (ricos e pobres) de uma nação.

Allende nunca faz a ligação entre a protagonista, seu alter-ego, e si; ou menciona o parentesco que esta tinha com o presidente, não sabemos se para não dar um ar unilateral ao enredo ou simplesmente por não ser partidária dos que ostentam seu sobrenome. Entretanto, nota-se que ela soube aproveitar com maestria o que eram cartas que mandaria a seu avô, de forma a fazer-nos questionar se o que o publicou era tudo o que tinha a dizer.

Quanto aos acontecimentos, ela detalha aqueles que são importantes, que acabam trazendo ao livro uma reflexão, nem sempre explícita. A leitura apresenta-se lenta, mas de tempos em tempos o leitor encontra uma espécie de “alegretto”, nem sempre marcado por alegria ou entusiasmo, mas ao contrário – o que proporciona o aumento na cadência literária é a crueldade de alguns fatos.

Para leitores leigos a obra pode parecer, à primeira vista, um amontoado de velhos contos hereditários, que só tomam um ritmo frenético e até cruel na metade do texto, mas basta um pouco de pesquisa para que o interlocutor perceba que está se deparando com um didático de história política chilena contada de uma forma bem mais interessante por quem a viu e viveu de perto.

Anúncios
Este post foi publicado em 10/03amSat, 10 Mar 2012 00:31:36 +0000/2012 às 12:31 AM. Ele está arquivado em Sem categoria e marcado , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: