Lambic

(…) ‘Tá certo’ – diria

e então pediria

a lambic de cereja,

e outra história, e outro começo

e, quem sabe, outro fim

e, se gostasse mesmo da sugestão [que outrora lhe foi dada]

quem sabe pediria algo assim

com cereja, começo, história

mas um não tão precoce fim

e poderia ser, por entre da vida os confins,

a moça da lambic de cereja,

e mais quantas outras lhe coubessem, enfim. (…)

Larissa, in “Conversas do anoitecer e do amanhecer”

Obrigada, C.

Anúncios
Este post foi publicado em 10/07amSun, 28 Jul 2013 00:41:34 +0000/2012 às 12:41 AM. Ele está arquivado em Sem categoria e marcado , , , , . Guarde o link permanente. Seguir quaisquer comentários aqui com o feed RSS para este post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: